Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

saraupairinstates



Segunda-feira, 15.11.04

O Fim-de-semana

Cluster Meeitng 14-11.JPG

Estes 2 últimos dias foram ricos em acontecimentos.

Primeiro, no sábado, quando acordei, a família estava na garagem a tirar a tralha toda para fora. Isto porque querem montar um ginásio e o chão para o dito cujo já tinha chegado. Então tinha que ser posto.

Eles querem fazer um ginásio mesmo. Já têm uma passadeira, uma bicicleta, vão ter uma daquelas máquinas que exercitam os músculos do corpo, pesos independentes, colchões, espelho, aparelhagem, tv… Bem, estão a ver a dimensão da coisa.

Eu resolvi ajudar.

Trabalhámos imenso a carregar as coisas e a limpar tudo.

À tarde eu ia com as Kissing Girls a um jogo de Futebol americano e tinha combinado com elas que vinham ter a minha casa e que depois íamos todas juntas. Por volta das 2h chamaram-me e fui buscá-las à cidade, com a Zoe, que me implorou para ir.

Trouxe-as e estiveram a conversar com o Fred e a Jacqui, a brincar com os miúdos durante um bocado. Trouxe 4: a Erika, a Milla e a Mariska, k vieram juntas, e a Tammy.

Depois subiram para o meu quarto e combinámos que íamos almoçar fora. BEM, A Zoe deu de IMPLORAR, FAZER DE TUDO para eu a levar comigo. Não me largou a porta do quarto. Fartou-se de bater, mudou de roupa, implorou de joelhos… eu já não sabia o que fazer, até que me zanguei com ela e mandei-a desaparecer. Disse-lhe que queria o meu espaço e a minha privacidade. Que queria estar com as minhas amigas. E ela disse-me que estava aborrecida e que não tinha nada para fazer. Eu afirmei que não tinha nada com isso. Resposta final da conversa: You’re mean Sara!!!

Os pais, nem um pio!!!! Tenho a certeza que ouviram, mas não disseram nada. Quando lhes contei, disseram que iam falar com ela. Eu saí e ela estava à janela com as maiores trombas… Depois pediu-me para vir ao meu computador. Não deixei, claro!!!!

As minhas amigas ficaram meio escandalizadas com a atitude dela a bater à minha porta.

É que é uma coisa impressionante! Eu não tenho trabalhado aos sábados de manhã, porque o nosso limite de horas de trabalho é de 45h semanais. Normalmente eu faço 50h e as vezes mais. Então, ao sábado de manhã nem saio do quarto. Mas os miúdos não me largam a porta o fim-de-semana inteiro. Tudo é um motivo para quererem entrar. E são 4. Um já é incómodo, agora multipliquem por 4. Nunca estou sossegada. Dormir mais que as 7 da manhã sábado e domingo, é um sonho… consigo dormitar com uma almofada em baixo e outra em cima, a tapar os ouvidos. São miúdos, eu compreendo. Só sei que vou achar a minha casa o Céu, quando voltar.

Bem, afinal o jogo de futebol já tinha começado e nós não o fomos ver. Andámos pelo centro da cidade de Salem.

Quando voltei para casa, ia cheia de vontade de ter uma conversa com a geniosa da Zoe, mas ela estava tão simpática que não tive coragem. Mas vou ter a conversa.

Fui para a garagem(já ginásio) com ela ensinar-lhe uns movimentos de BreakDance. Quando sai para me vir deitar, o Fred estava na sala e eu disse Boa noite. Ele também e depois disse Obrigado. Eu perguntei-lhe obrigado de quê. Ele respondeu: ‘Thank’s for being you’. Foi um querido.

No domingo foi o Encontro das Au Pairs para celebrar o Thaknsgiving. Cada uma cozinhou um prato típico do seu pais e levou. O que eu cozinhei não é bem típico, foi Bacalhau (que eles chamam de Halibut e não é salgado como o nosso) com espinafres, batatas e molho Bechamel. Eu gosto muito de cozinhar, mas confesso que quando tenho que cozinhar para alguém, há sempre algo estúpido que corre mal. Desta vez tive que cozer batatas 3 vezes. Das 2 primeiras cozinhei-as demais, ao ponto de ficarem boas para fazer puré. E eu que estou tão habituada a cozer batatas. Uma coisa estúpida mesmo. Bem a comida acabou por ficar boa, com um sabor, ligeiramente, diferente do que é normal com comida portuguesa, mas o pessoal gostou.

Foi uma tarde e noite muito agradável na casa da Nanette. Levei o Claud comigo e ele andou felicíssimo a correr tudo na casa dela. Andou no colo das Au Pairs todas. Ele adorou a festa e a liberdade. Sim, porque aqui em casa, é raro ele sair do meu quarto porque a Jacqui tem medo que ele arranhe o sofá e as cortinas. ????? Nem pensar em cá deixar o gato???? Coitado do bicho!!!! Ficava sem comer montes de dias, como a cadela, e ia ter k ir beber água à sanita.

Eu gostei mesmo muito da ida à casa da Nanette. Ela é uma querida. Contei-lhe os problemas que tenho tido, como os resolvo e relembro que não quero que ela interfira nestas situações. Enquanto conseguir resolver quero ser eu a fazê-lo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

por foreverthirtyfive às 22:45


1 comentário

De Carla a 18.11.2004 às 13:04

Fizeste bem em marcar a tua posição, se bem que deva ter sido difícil. Termino sempre com um sorriso enorme quando acabo de ler as tuas 'aventuras' :) Beijo grande :)

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Novembro 2004

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930